São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil
Um cão pode muito!
Escolher um cão
Dicas
Cães e crianças
Macho ou fêmea?
O cão sem raça
O que é uma raça?
Onde procurar
A idade certa
Como escolher
Raças
O lobo
Origem das raças
Raças de cães
O bom criador
Mutilações
O pedigree
Exposições
O cão em casa
O lugar do cão
Quando buscar?
O que preparar
Educação
Moradia do cão
Educar?
Idade certa
Comando fundamental
Elogios
Banheiro
Coleira
Castigos?
Etiqueta
Relação cão-dono
O cão fala
Nos falamos
Olhar um cão

Home > seu cão > educação > cuidados > cio


A castração evita ninhadas indesejadas

O cio

Toda cadela entra no cio quando adulta. Pequenas raças podem entrar no cio com apenas seis ou sete meses. Raças grandes as vezes somente com dois anos de idade. Normalmente a cadela entra duas vezes por ano no cio. Uma cadela pode ter seu cio de cinco em cinco meses, uma outra uma vez por ano.

O cio incomoda a cadela, os responsáveis e às vezes os vizinhos. A cadela perde sangue nos primeiros dias pela vulva que parece inchada. Logo depois começam os dias em que ela pode conceber. Todos os machos da vizinhança vêm nos visitar e marcam tudo ao redor com seu perfume. Nem pensar em sair de casa com a cadela no cio! A maioria das cadelas nem tem pedigree, menos ainda são campeões de beleza para procriar, mas elas e os namorados sempre acham caminhos para se encontrar e dois meses depois encontramos nos diante do milagre de vida nova. Logo depois da primeira emoção perguntamos "para onde com os doze filhotinhos?"

Quem quer evitar que mais e mais cachorrinhos miseráveis, famintos e sofridos habitem nosso planeta pode escolher entre várias possibilidades:

Deixar castrar sua cadela. A castração evita definitivamente que a cadela entre no cio. É uma solução cara, mas em comparação com o sofrimento de inúmeros "filhos", "netos" e "bisnetos" maltratados na rua ou sofrendo com responsáveis cruéis, este sacrifício vale a pena. Associações de proteção aos animais e universidades com o curso "Medicina Veterinária" muitas vezes oferecem castrações por preços relativamente baixos.

Pode-se evitar o cio também com injeções, mas elas apresentam efeitos colaterais. Podem provocar câncer, por exemplo. Vários animais em que somente uma vez foi aplicada a injeção, apresentaram pus no útero.

Existem pílulas para adiar ou interromper o cio, mas elas não resolvem o problema para sempre. Muitas vezes não funcionam ou prolongam o cio.

Quem não quer castrar, nem ajudar com remédios, deve prender a cadela durante o cio num lugar seguro e firme. Cuidado! Cães inventam de tudo para se encontrar com o seu parceiro amoroso!

Se ela entrou no cio e achou um namorado, podemos dar uma injeção abortiva, para que não tenha filhotes. Esta injeção prolonga o cio, desequilibra os hormônios e pode ser dada somente uma vez por cio. O seu veterinário pode ajudar neste caso.

Caso sua cadela seja nas exposições dos grandes clubes campeã de beleza e tenha um temperamento maravilhoso, pode-se pensar em criar com ela. Procure pelos clubes um macho adequado, que também seja campeão e apresente um temperamento ideal. O macho de seu vizinho ou da sua cunhada pode ser bonitinho, mas o que vale é somente o melhor macho disponível, mesmo que custa caro o acasalamento! Quem não possui os meios adequados, não deve criar. Queremos criar consciente e responsavelmente, jamais para obter lucro ou para mostrar aos filhos o milagre do nascimento. Criar cães ou custa caro ou é mal feito! Quem tira lucro de criar cães, certamente está ganhando em cima do bem-estar dos animais.

Treinamento
Treinamento
Quem
Como
Quando
Onde
Petiscos
Desce
Aqui
Senta
Junto
Deita
Fica
Como terminar
Ataque
Outros comandos
Problemas
Cão ideal
Lógica canina
Moral canina
Pular e lamber
Caçar roupa
Pedir comida
Latidos
Caçar carros
Estragos
Furtos
Sujeiras
Agress./animais
Agress./pessoas
Cuidados
Doenças
Parasitas
Alimentação
Banhos
O cio
Filhotes
Criar cães
Último capitulo